Descrição

A sin – startup incubation network nasceu da necessidade crescente de integração e de agregação de meios que aumentem a prosperidade de um espirito empresarial transversal, plural e dinâmico na sociedade portuguesa.

Como fundo integrador das diversas atividades económicas e com o espetro mais alargado de ação, do setor primário, ao terciário, estabeleceu como prioridade a atuação junto dos negócios locais.

O fomento do espirito empresarial e da responsabilidade económica é acompanhado de valores institucionais de viabilidade e de sustentabilidade, essenciais a todos os modelos sociais e facilmente inteligíveis pelas comunidades que os suportam.

No seu intimo, esta associação dedica e aplica o seu esforço na construção de um modelo mais correto e mais durável das estruturas societárias e da sua maior integração nas ambições, necessidades e valias das comunidades em que se envolva.

 

Modelo

A sin, em modelo associativo privado sem fins lucrativos, será, sempre, um novo agente nas comunidades em que se integrar, renovando a sua actuação e o seu posicionamento em função das necessidades, mutáveis, dos seus associados locais, mantendo não uma, mas múltiplas faces e incontáveis vivências e experiências empresariais, locais ou, como ambiciona, globais.

Foco

O espirito empresarial forma-se para a comunidade, na comunidade e com a comunidade.

São estas as três abordagens macro que a sin terá na sua actuação.

Para a comunidade, a construção de alinhamentos estratégicos e a seleção de focos de atuação, que demarcarão o posicionamento associativo, de política económica e social, resultantes da interação dos seus quadros com a comunidade local.

Na comunidade, os vínculos e os estímulos serão diversos de comunidade para comunidade, como agente local, a sin actuará recolhendo-os e retribuindo-os, na medida proporcional às necessidades e às especificidades encontradas em cada período.

Com a comunidade, o envolvimento relacional com agentes locais, fortalecendo a interação entre os que querem afirmar-se e os que já trilharam parte do seu caminho, a sin atuará entrosando-se e integrando a comunidade, assumindo as suas responsabilidades de criação de valor, de riqueza em potencial e de valores que alimentem a viabilidade e a sustentabilidade dos negócios.

Projeto

A sin operacionalizará a sua atuação de duas formas distintas, uma baseada na sua estrutura capilar e descentralizada, através da criação de satélites locais, com promotores locais, detentores de uma agenda própria e autónoma, outra através da sua estrutura associativa formal, com os seus órgãos executivos, consultivos e com ação vertida sobre grupos de trabalho, criados em eixos estratégicos plurianuais.

Estas estruturas darão corpo à rede de espaços de coworking e serão uma base essencial para o acolhimento progressivo da comunidade empresarial local, quer em regime formativo, quer em regime colaborativo, cuja complementaridade os converte formalmente numa rede de incubação, acessível a partir de qualquer lugar.

Envolvimento

A constituição de uma network de suporte reveste-se de especial relevância para a implementação do modelo de gestão associativo e para o favorecimento do correto e acelerado desenvolvimento dos negócios apoiados. Serão várias as formas de abordar este objetivo de comprometimento com os agentes locais de desenvolvimento económico e social.

Os mentores, que terão origem, eminentemente, académica e/ou empresarial serão a base de apoio dos novos projectos que surjam no seio da sin, é destes que se espera a introdução dos factores experiência e conhecimento, sobre matérias específicas que digam respeito aos projetos acompanhados.

A sin envolver-se-á com o tecido empresarial local promovendo eventos formativos abertos à comunidade, sempre norteados pela criação e fomento de espírito empresarial, dando oportunidade a todos de frequentar estes workshops.

Responsabilidade económica e social

A sin terá sempre um grupo de trabalho que desenvolva projetos locais de responsabilidade económica e social, promovendo o tecido empresarial local e dinamizando actividades que valorizem a economia social da comunidade.

A par deste desígnio, a sin recrutará parceiros locais, enquanto prestadores de serviço credenciados, que apoiem a atividade de incubação dos projectos associados, permitindo que, a cada momento, o surgimento de novas empresas alavanque a actividade empresarial local, potenciando a criação de estreitas parcerias e colaborações interempresas, através do primado da sustentabilidade e da viabilidade, e com a fixação clara de objetivos que assegurem qualidade e níveis de serviço compatíveis com as necessidades dos projetos empresariais apoiados.

Missão

  • Aumentar a taxa de sucesso dos projectos de empreendedorismo regionais, conferindo-lhes escalabilidade regional, nacional ou global;

  • Contribuir para a formação e a qualificação dos empreendedores, das equipas e dos seus quadros;

  • Estimular as redes de suporte ao empreendedorismo de base local e regional;

  • Incrementar o dinamismo e a qualidade das trocas comerciais entre empresas das comunidades onde se insira;

  • Fomentar o estreitamento dos laços de parceria e de complementaridade entre empresas regionais;

  • Fortalecer estruturante e sustentadamente a economia regional pela crescente qualificação dos seus empresários e das suas empresas;

  • Agregar os interesses da inovação, da investigação, do desenvolvimento e da criação aos interesses do investimento e do capital.

Visão

A sin é uma incubadora e uma aceleradora de empresas que, partindo da base local, exponencia a taxa de sucesso na criação e na implementação de negócios.

Valoriza as pessoas, as empresas e cria ecossistemas favoráveis à correta (re)alocação de recursos.

Afirma-se como um elo de ligação entre a inovação, a investigação, o desenvolvimento, a criação e a capacidade empreendedora, produzindo resultados escaláveis e reprodutíveis.

A sin é um facilitador sinérgico de contato entre empresas, mercados e investidores.