Tendo os animais, uma grande importância no mundo quotidiano dos adultos, tanto pela sua presença quando crianças, como por todos os lugares por onde já passámos, ainda assim existe muito pouco conhecimento, por parte de alguns adultos, jovens e crianças, sobre os hábitos e a importância destes animais para o nosso planeta, assim como são de extrema importância para o equilíbrio ecológico.

Neste projeto visamos desenvolver vários aspetos com as espécies e com a tradição da falcoaria em Portugal e no Mundo, tais como: o respeito, a proteção e a desmistificação de algumas crenças, a importância da falcoaria na história de Portugal, a importância que estes seres vivos, aves de presa, são importantes para o nosso planeta e para o homem, como componentes essenciais no equilíbrio da Natureza.

Ao longo de todo o País é possível assistir a vários espetáculos de Falcoaria e reconstruções históricas. Na Feira Cultural, localizada num espaço aberto e verde, pretende-se pela primeira vez ter um espetáculo da Aves de Rapina de todos os géneros (falcões, águias, corujas, araras, entre outras espécies) onde o público, também ao longo do dia terá a oportunidade de interagir com as aves e aprender diversos conceitos acerca destes superpredadores!

As aves de rapina são símbolos universais de força, velocidade e audácia. A sua agilidade, visão excecional e rapidez de reflexos tornam os exercícios de voo, as atitudes de ataque e os hábitos de predação destas aves verdadeiramente espetaculares em exibições.

Na Feira Cultural 2016, terá ao seu alcance exibições de voo, interação com aves de rapina diurnas e noturnas, um espaço onde podem fazer visitas às instalações das aves, exposições temáticas ou até mesmo tornar-se num falcoeiro durante umas horas, possibilidades que poderão trazer uma enchente de pessoas ao Parque Dr. Manuel Braga.